Quem é Zelda afinal?

Por: Isabel Gomes.

Não, não é aquele jovem de túnica e capuz verdes que luta com uma espada (esse é o Link, o personagem jogável da série). Zelda nem sempre é a mesma pessoa. Mas então quem é esse personagem que emprestou seu nome aos jogos?

Na verdade, Zelda – ou princesa Zelda, como é mais conhecida – é o nome de várias mulheres membros da família real de Hyrule que sempre desempenham um papel crucial na história dessa terra fictícia. Assim como existem diversos Links, também existem diversas Zeldas ao longo da série. Ela é sempre retratada como uma governante benevolente e sábia (apesar de sua juventude) e nutre um profundo amor por seus súditos. Cada princesa é escolhida pelo destino para ser a guardiã da Triforce da Sabedoria, sendo essa a principal razão de seu nome aparecer em todos os títulos da franquia.

Zelda
As várias faces da princesa

A primeira aparição da soberana é no game The Legend of Zelda, onde é raptada por Ganon – maior antagonista da série – após dividir a Triforce da Sabedoria e esconder seus pedaços por toda Hyrule. Ela retornaria em todos os games seguintes, sempre com um papel de destaque, com exceção de Link’s Awakening e Majora’s Mask. Além disso, também marcou presença na série Super Smash Bros e, mais recentemente, em Hyrule Warriors.

Mas quem pensa que a princesa deu o ar da graça apenas nos games está muito enganado. O infame desenho animado The Legendo of Zelda foi lançado em 1989, nos Estados Unidos e contava as aventuras de Link e Zelda ao tentar defender o reino de Hyrule do malvado feiticeiro Ganon. A guardiã da Triforce da Sabedoria é retratada como uma mulher guerreira, de temperamento explosivo e muito habilidosa com arco e flecha. Nos episódios, Link está sempre implorando por um beijo da jovem, o que nunca acontece apesar do óbvio romance entre os dois. O desenho foi ao ar no programa The Super Mario Bros. Super Show, mas foi cancelado ainda no mesmo ano. O DVD da série recebeu nota 3.0 da IGN devido ao pobre roteiro, enredo repetitivo e atuações exageradas. Mas ao menos um legado foi deixado pela animação. O bordão “Well excuuuuuse me, Princess!” repetido 29 vezes por Link ao longo dos apena 13 episódios do desenho se popularizou entre os fãs da franquia e virou piada!

Primeiro episódio do desenho

Conclusão: Zelda é sempre mulher e princesa. E existem várias versões dela. Por que não ter então uma versão ímã desta personagem mítica de Hyrule em sua casa? Linda, decorativa e escolhida pelo destino especialmente para você! Passe lá na loja Player 2 e garanta a sua! E não deixe de conferir também a seção de acessórios com pingentes e brincos da Triforce!

joiastriforce

Fonte: <http://zeldawiki.org/Princess_Zelda&gt;

<http://en.wikipedia.org/wiki/Princess_Zelda&gt;

<http://en.wikipedia.org/wiki/The_Legend_of_Zelda_(1989_TV_series)&gt;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s